Como escolher um seguro de um carro

Title

Como escolher um seguro de um carro

A presença do automóvel na vida do homem é sinal de bem-estar, riqueza, conforto e modernidade. Contudo, para circular na estrada é necessário ter seguro automóvel, só assim garante fiabilidade e estabilidade a si próprio e aos outros condutores.

Existem várias condicionantes para escolher entre os melhores seguros de carros como: a cilindrada do carro, o ano de fabrico, a experiência do condutor, a tipologia do carro (os carros híbridos são os melhores cotados), podendo surgir oportunidades vantajosas que não conhecia ou estava à espera.

Deve estar atento a todas os bons negócios que o mercado lhe oferece, com isso pode ter grandes vantagens. Fique a conhecê-las.

Seguro do carro, o que é?

O seguro do carro é o que um veículo necessita para circular de forma legal em qualquer estrada do mundo. O proprietário ou a pessoa que está ao volante de um automóvel é responsável pelos prejuízos que este possa causar aos demais. Dessa forma, devem-se acautelar interesses e prevenir complicações, uma vez que, em caso de acidente, podem incorrer graves responsabilidades civis e indemnizações avultadas aos participantes. Neste sentido, institucionalizou-se um contrato de seguro de responsabilidade civil para os veículos terrestres a motor e seus reboques. O seguro automóvel de responsabilidade civil inclui também os danos corporais dos passageiros do veículo. Trata-se de uma medida preventiva e obrigatória que tem como enfoque máximo a protecção de todos os utentes das vias.

Antes de mais, convém conhecer alguns conceitos acerca de um seguro automóvel:

A obrigatoriedade do seguro do carro

O contrato de seguro automóvel de responsabilidade civil para os veículos terrestres a motor e seus reboques é obrigatório. Caso contrário, o carro não deve circular na estrada. Ao fazê-lo está a desobedecer à lei e pode implicar apreensão do veículo, pagamento de uma coima e, em caso de acidente, a responsabilização do condutor ou do proprietário do veículo, pelo pagamento de indemnizações aos lesados.

Capital mínimo obrigatório de um seguro automóvel

O capital mínimo obrigatório num seguro automóvel a subscrever para veículos particulares ou empresas não afectos a transportes colectivos é de 1.800.000,00 Euros, ainda que muitos contratos de seguro estejam celebrados com capitais de responsabilidade civil superiores.

A cobertura oferecida por um seguro automóvel

O seguro de um carro oferece um leque diversificado de opções consoante os riscos que o condutor pretende cobrir:

  • O seguro obrigatório garante as indemnizações devidas por danos pessoais e/ou materiais causados a terceiros, bem como às pessoas transportadas, à excepção do condutor.
  • Também são assegurados todos os danos, quer corporais, quer materiais, aos passageiros que são transportados gratuitamente e às pessoas transportadas mediante contrato (no caso dos táxis e transportes colectivos).

Contudo, nenhum seguro cobre todos os riscos. O termo “todos os riscos” é usualmente utilizado para denominar a inclusão do seguro de danos próprios.

Seguro de Danos Próprios

Este contrato de seguro abrange os prejuízos sofridos pelo veículo segurado ainda que o condutor seja o responsável pelo acidente, de acordo com as coberturas contratadas. Habitualmente, o seguro automóvel de danos próprios cobre os prejuízos resultantes de choque, colisão e capotamento, assim como o furto ou roubo, actos de vandalismo, incêndio, fenómenos da natureza e privação de uso, de acordo com as opções disponibilizadas pelas seguradoras. São assim asseguradas a cobertura de actos maliciosos e a privação temporária de uso.

Assistência em Viagem

Uma outra garantia que pode ser contratada e que geralmente, as companhias oferecem nos seus pacotes, é o da assistência em viagem. Não há nada como viajar com tranquilidade, sabendo que no caso de algum infortúnio terá sempre auxílio e socorro. Em caso de acidente ou avaria, a assistência necessária para o reboque do seu veículo, o transporte e deslocação de pessoas e bens, e, em alguns casos, o fornecimento de um outro veículo até ao final da viagem.

Protecção Jurídica

Este é um requisito fundamental através da qual o tomador do seguro obtém a representação judicial ou extrajudicial dos seus interesses em consequência de acidente de viação.

Faça uma boa análise ao que o mercado dos seguros de carro oferece

Antes de assinar um contrato para o seguro do carro deve fazer uma análise ao mercado, pois a concorrência é feroz e, na óptica do consumidor, isso é fantástico pois a oferta é maior, tal como o poder de escolha. Em cada seguradora existe um simulador de seguro auto que poderá ser muito útil.

Faça uma lista das seguradoras existentes: Em primeiro lugar, comece por fazer uma lista das melhores seguradoras automóveis do mercado, assim garante várias alternativas.

Procure na Internet: Através da Internet poderá saber mais acerca das seguradoras automóveis e dos produtos, bem como conseguir os seus contactos. Na Internet, nas marcas de seguros, existem inúmeros simuladores de seguros, fáceis de usar, que depois de inserir o ano, marca, matrícula do carro, anos de carta de condução, idade, entre outros dados relevantes, dar-lhe-ão o valor a pagar pelo seguro do carro. Caso exista, experimente o simulador de seguro online, para saber quanto irá pagar pelo seguro do carro; de outra forma poderá pedir diretamente à seguradora uma simulação.

Contacte directamente as seguradoras: Para além de saber as condições e promoções em vigor, se entrar diretamente em contacto com um mediador ou com um representante direto de diversas seguradoras que disponibilizam seguros de carros, poderá conseguir um maior poder de negociação. Esta opção é muito boa se pretender negociar o seu seguro ou a possível transferência adicional de outros seguros que já tenha, para essa seguradora. Usualmente, se fizer a proposta de transferir outros seguros de outras seguradoras, fazendo a adição de mais um, poderá receber descontos muito maiores no seguro do carro.

Quando negociar um seguro tenha em atenção os tópicos seguintes:

  • Quais os riscos cobertos e os riscos excluídos;
  • As opções quanto à franquia e preços correspondentes ao seguro do carro;
  • O sistema de funcionamento da tabela de penalização e bonificação do prémio;
  • Qual a extensão territorial das diversas coberturas;
  • Os critérios utilizados pela seguradora para a determinação e actualização do valor do veículo para efeitos de “danos próprios” (bem como a respectiva tabela de desvalorização).

Assine o contrato lendo!

Não assine um contrato de um seguro sem antes o ler minuciosamente. Leia muito bem o contrato para ver as cláusulas com as letras pequeninas e assegure o melhor seguro automóvel.

Factores que influenciam o preço do seguro auto

Existem vários tipos de seguros automóveis e também vários preços disponíveis no mercado, saiba também poupar no seguro do carro. O preço do seguro é calculado considerando os dados pessoais do titular, a sua experiência, o tempo de carta de condução, as características e a idade do veículo. Normalmente, o preço aumenta por cada sinistro da responsabilidade do segurado e diminui por cada um ou mais anos sem sinistros. Estas alterações apenas podem ocorrer no vencimento anual do contrato, mediante pré-aviso.

As Grandes Cidades

O facto de morar numa grande cidade também interfere com o valor a pagar pelo seu seguro automóvel. O seguro aumenta porque o trânsito é mais denso e a probabilidade de acontecer um acidente é maior.

As cláusulas

Usualmente as cláusulas básicas de um seguro automóvel são: coberturas de responsabilidade civil, assistência em viagem, ocupantes da viatura, proteção jurídica e, na maioria, quebra de vidros. Quantas mais cláusulas adicionar ao seguro do carro, mais irá pagar. Algumas cláusulas são propostas pela seguradora, mas poderá incluir uma não prevista, sendo que a seguradora irá avaliar o risco e irá propor-lhe um valor.

As vezes em que paga

Pagar o seguro do carro a pronto é sempre mais barato do que se o dividir em prestações. 

As Mulheres

Ah pois é! As mulheres costumam ter seguros mais económicos que os homens, pasmem-se os que têm a convicção que são os reis do asfalto! Isto acontece porque as mulheres causam menos estragos nos acidentes em que participam, o que faz toda a diferença.

Comprar um carro mais seguro

Se vai comprar um carro novo ou usado, opte por um carro bem equipado em termos de segurança, com airbags, sistema de alarme, sistemas de travagem avançados, cintos de segurança e outros acessórios para os mesmos efeitos, assim conseguirá uma redução no seguro automóvel. Quanto maior for a garantia de segurança, mais diminuem os riscos, e é nessa óptica que o seguro actua.

Carro Híbrido

Os carros híbridos são uma aposta excelente no que diz respeito à escolha de um veículo novo. Permitem poupar no combustível, são amigos do ambiente e garantem um seguro automóvel mais acessível. Existem seguradoras que têm como missão a defesa dos valores ambientais e incentivam as pessoas a este tipo de compra, oferecendo pacotes mais vantajosos, nomeadamente um seguro para carro híbrido mais barato. O seu futuro e o ambiente agradecem!

A Cessação do Seguro

Para formalizar o contrato é necessária a aceitação e a assinatura da companhia de seguros e do segurado, a designada apólice de seguro. Contudo, quando a mesma não é respeitada, o contrato do seguro automóvel cessa e pode terminar por revogação, caducidade, denúncia e resolução.

A revogação implica a existência de um acordo entre o segurado e o segurador no sentido de fazer cessar o contrato e pode ocorrer a qualquer momento.

Por outro lado, a caducidade de um contrato surge quando o contrato expira.

A denúncia e resolução do contrato pode ser feita, por qualquer uma das partes, com a antecedência mínima de 30 dias em relação à data da prorrogação, ou se o tomador do seguro não proceder ao pagamento do prémio.

Também é de realçar que se o segurado atuar com má-fé em relação à seguradora (declarações incompletas ou inexactas) o contrato é anulável, não estando o segurador obrigado a cobrir o sinistro que ocorra antes de ter tido conhecimento da omissão ou inexactidão da declaração de risco, ou nos três meses posteriores a esse conhecimento.

Um seguro automóvel é obrigatório para circular na estrada e ainda bem que assim é, pois, estamos mais protegidos e salvaguardados. Todas as medidas que garantem uma maior segurança e estabilidade devem ser aplaudidas e respeitadas. Faça do seguro do carro uma oportunidade e ganhe com isso.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...