Comprar um carro usado num stand ou a um particular, qual a melhor opção?

Amolgadelas

Title

Comprar um carro usado num stand ou a um particular, qual a melhor opção?

No momento em que decide adquirir um carro usado pode optar por comprar o mesmo num stand ou então diretamente a um particular, sendo que cada opção acarreta vantagens e desvantagens. Porém, antes de decidir a quem comprar, deve primeiro começar por estipular o tipo de carro que necessita, se um carro familiar ou citadino, assim como o tipo de combustível que pretende, gasóleo ou gasolina.

Depois de definir o que pretende comece por recorrer aos sites de classificados, desta forma vai conseguir ter uma noção dos preços praticados no mercado e rapidamente vai começar a selecionar possíveis opções de compra… depois é só marcar a visita com o vendedor para ver o estado do automóvel.

Cuidados a ter

Antes de realizar qualquer compra, deve primeiro ter o cuidado de fazer uma análise rigorosa ao carro de forma a reduzir o risco de fazer uma má compra. Não tenha problemas em perder o tempo que for necessário a fazer essa verificação, não se esqueça que o vendedor está mais interessado em vender do que você em comprar, como tal ele terá que ser paciente. Tente também perceber a história do carro, seja através do livro de revisões ou de uma boa conversa com o vendedor, desta forma poderá perceber se o carro foi bem cuidado ao longo do tempo.

Outro cuidado a que também deverá estar atento é do de não comprar por impulso, ou seja, nunca chegue a acordo na primeira vez em que vir o carro. Veja o carro com a atenção devida, faça uma primeira abordagem às condições da venda, valor, garantia, etc… e depois quando voltar a casa «durma sobre o assunto» e se possível discuta o tema com outra pessoa, isto permitirá tomar uma decisão mais racional.

As diferenças

Comprar um carro num stand é diferente de comprar um carro a um particular. Quando decide comprar um carro num stand está a comprar um carro a uma empresa que vive da compra e venda de viaturas, por isso, deve ter em conta que o stand tem por objetivo obter lucro. Basicamente um stand compra uma viatura por um certo valor, faz um checkup para resolver eventuais problemas, coloca a sua margem e vende o carro. No entanto, aquilo que você ganha em comprar um carro num stand é o facto de o stand lhe dar garantia em caso de avaria o que reduz o seu risco de vir a ter grandes despesas com eventuais avarias.

Comprar um carro diretamente a um particular pode em muitas ocasiões ser a opção mais vantajosa para si. É certo que esta compra acarreta uma série de riscos, pois ao comprar um carro a um particular não terá direito a garantia. Por isso, convém que perceba um pouco de mecânica ou então que tenha a ajuda de um familiar ou amigo que perceba do assunto para o ajudar a procurar uma boa compra. Além da vantagem monetária ao comprar um carro usado diretamente a um particular é que este terá mais conhecimento do estado da viatura, pelo que se fizer um pouco de conversa conseguirá perceber o que se foi passando com o carro ao longo do tempo.

Contudo, se não tiver a experiência adequada ou então se não preferir correr esse risco, deve optar pela compra num stand, nunca deixando de ter o respetivo cuidado de verificar o carro para não ser enganado. Tenha também o cuidado de verificar em que condições a garantia é fornecida. Não se deve também esquecer de negociar o valor do carro, os vendedores já estão à espera disso pelo que já colocam um valor acima com o intuito de baixar.

Requerimento de registo automóvel

Se já escolheu o carro e já fechou o negócio, agora apenas falta mudar o registo para o seu nome. Para isso, e caso viva em Portugal, apenas necessita preencher o requerimento de registo automóvel, reunir os documentos necessários e de seguida deslocar-se ao IRN (Instituto dos Registos e Notariado).

No IRN deve apresentar o requerimento de registo automóvel devidamente preenchido e assinado, o livrete ou DUA (Documento Único Automóvel) e uma cópia do(s) documento(s) de identificação (BI/CC) no caso de particulares ou o reconhecimento da(s) assinatura(s) no caso de empresas. Depois apenas terá que esperar que lhe enviem o documento para casa, sendo que até lá pode circular com o documento antigo e a respetiva prova de alteração de propriedade.

Se comprar o carro num stand, certamente o stand preencherá o requerimento de registo automóvel por si, no entanto, caso o compre a um particular ficam aqui as instruções de preenchimento:

  1. Comece por identificar no 1º quadro a matrícula, marca-modelo e número de quadro do carro que acabou de comprar, toda esta informação pode ser encontrada no livrete ou DUA;
  2. De seguida, selecione no 2º quadro com uma cruz o campo “Declaração para registo de propriedade (Contrato verbal de compra e venda)”;
  3. No 3º quadro deverá identificar o comprador, que em princípio será você. No caso de se tratar de um comprador particular, deve identificar o nome, morada, NIF, número de identificação e selecionar o campo “BI/CC” com uma cruz;
  4. No 4º quadro deve identificar o vendedor… caso tenha comprado o carro a uma empresa, deve identificar a sua designação social, morada, NIPC e selecionar o campo “Pessoa Colectiva” com uma cruz;
  5. No 7º quadro deve selecionar com uma cruz a opção que refere que o vendedor declara que efetivamente celebrou o contrato, deve também identificar a data em que esse contrato foi assinado;
  6. O 8º quadro está reservado às assinaturas, comprador (sujeito ativo) e vendedor (sujeito passivo). Caso uma das partes se tratar de uma empresa (pessoa coletiva), a(s) assinatura(s) terá(ão) que ser reconhecida(s) por um advogado ou notário;

Requerimento de Registo Automóvel

Exemplo de Requerimento de Registo Automóvel

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...