Dicas para limpar a cabeça do cilindro do motor de um carro

Cabeça do motor

A cabeça do cilindro do motor de um carro apresenta várias passagens de fluxo de óleo e de combustível e estas precisam de ser revistas com regularidade para que o motor automóvel funcione na máxima perfeição. Conheça algumas dicas para limpar a cabeça do cilindro do motor de um carro.

O cilindro do motor de um carro é uma peça automóvel com uma estrutura bastante complexa e, com o passar do tempo e com a utilização do veículo, tem tendência a ficar obstruído, devido ao congelamento de resíduos provenientes do óleo do motor ou do combustível. Para que tal não se suceda, deve seguir os passos seguintes:

Realizar uma limpeza regular

A limpeza da cabeça de um cilindro do motor de um carro é uma tarefa de manutenção de difícil execução, mas necessária. Ao fazê-lo com frequência, as passagens de fluxo de óleo ou combustível não ficam entupidas e isso faz com que o motor do seu veículo tenha a máxima performance. Porém, se um condutor permitir que a cabeça do cilindro de um veículo fique revestida com anos de resíduos, as válvulas do motor , os pistões e outras peças automóveis vão perdendo a eficácia. Se esta situação se verificar, é natural que, mais cedo ou mais tarde, a cabeça do cilindro do motor seja substituída por uma nova e essa operação tem custos muito elevados.

Utilizar métodos de limpeza automatizados e manuais

Para limpar corretamente a cabeça do cilindro do motor de um carro, é necessário utilizar métodos de limpeza automatizados e manuais com o intuito de remover todas as impurezas e resíduos que possam estar a afetar o seu funcionamento. Assim sendo, o método de limpeza mais utilizado é aquele que usa solventes aquosos ou uma solução de mistura.

Empregar uma solução de biorremediação

Um dos melhores métodos para a remoção de impurezas passa pela aplicação de uma solução de biorremediação na cabeça do cilindro do motor de um carro, uma vez que este é um solvente específico criado à base de micróbios. Trata-se de um processo que emprega microrganismos ou enzimas próprias que têm a missão de degradar os compostos poluentes. Este método é também muito utilizado na recuperação de águas impróprias e solos contaminados. A sua função passa por ingerir todos os resíduos do óleo do motor ou do combustível e depois divide-os em água e dióxido de carbono. Tenha em atenção que a temperatura da água deve estar entre os 110 a 120 graus centígrados para que o solvente possa começar a fazer efeito.

Limpar com os tanques quentes

Quando os tanques dos cilindros do motor de um carro estão quentes, a limpeza é mais fácil de ser realizada. Tenha em consideração que deve utilizar uma solução de limpeza de qualidade com uma baixa quantidade de saída de gases. Para o fazer corretamente, deve utilizar uma máscara e uns óculos de proteção e fixar a cabeça do cilindro do motor a uma plataforma elevatória mecânica que é capaz de agitar a solução em conformidade. Desta forma, a cabeça do cilindro do motor fica bem limpa e sem qualquer tipo de sujidade associada.

Permitir a circulação do fluido de limpeza

Após ter aplicado o método dos tanques quentes, é aconselhável que utilize os respetivos tanques para fazer circular o fluido de limpeza. Ao permitir a sua circulação a grande velocidade, pode facilmente remover todos os resíduos e impurezas provenientes do óleo do motor ou combustível que se encontram nos cantos das cabeças dos cilindros que ficam submersos no tanque.

Aplicar pulverizadores a jato

Os pulverizadores a jato conseguem limpar de uma forma mais eficiente todos os resíduos que se encontram alojados sobre as cabeças dos cilindros do motor de um automóvel. A pressão do jato permite que a limpeza seja corretamente efetuada e isso vai fazer com que todas as peças automóveis do carro, principalmente o motor, estejam em perfeitas condições de utilização.

Média: 1 (1 vote)
Pesquisa
Iniciar sessão
Votação
De que marca é o seu carro de sonho?:
Newsletter

Mantenha-se informado sobre as novidades do Amolgadelas!