Como determinar a vida útil do anticongelante de um carro

Motor com anticongelante

Title

Como determinar a vida útil do anticongelante de um carro

O anticongelante de um carro é usado para reduzir o ponto de congelamento do líquido refrigerante de um automóvel. A sua utilização impede o sobreaquecimento do motor e previne a formação da corrosão. Aprenda a determinar a vida útil do anticongelante de um carro e proteja o radiador da sua viatura.

Quais os materiais e as ferramentas necessárias

Para determinar a vida útil do anticongelante de um carro e para fazê-lo com sucesso, é necessário reunir os utensílios seguintes:

  • Tiras de teste
  • Luvas de borracha

7 aspetos que determinam a vida útil do anticongelante de um carro

Um condutor deve conhecer a vida útil do anticongelante que utiliza no seu carro, pois assim realizará uma manutenção e revisão ativa e eficaz de todas as peças automóveis do seu veículo. Assim sendo, para determinar a vida útil do anticongelante de um carro, é necessário observar os 7 aspetos seguintes:

Conhecer o prazo de validade do anticongelante

Os melhores anticongelantes são compostos à base de etileno glicol, uma mistura formada com água e aditivos anticorrosão específicos. É importante conhecer o prazo de validade do anticongelante que utiliza no seu automóvel para que o motor do mesmo esteja sempre em ótimas condições de funcionamento. Tenha em atenção que uma lata de anticongelante lacrada tem um tempo de vida útil indefinido, ao passo que uma lata aberta tem a validade máxima de 8 anos. O anticongelante começa a desgastar-se mais rapidamente a partir do momento em que é misturado com outros líquidos, pois é quando começa a atuar.

Verificar os níveis de anticongelante do recipiente do carro

A maioria dos automóveis tem um recipiente anticongelante opaco, o que dificulta a visualização do nível do fluido anticongelante. Como tal, para verificar a quantidade de anticongelante que se encontra num recipiente, é necessário colocar o carro num local bem iluminado e observar os níveis de anticongelante. Se o nível estiver abaixo da marca média do recipiente, isso significa que terá de adicionar uma maior quantidade de anticongelante.

Encontrar sujidades no fluido do radiador do carro

Se encontrar qualquer tipo de sujidade no fluido do radiador de um carro, principalmente no inverno, é sinal de que o anticongelante deixou de fazer efeito. Esta situação acontece porque a quantidade de anticongelante utilizada não foi a mais adequada e isso faz com que ele perca a sua eficácia. Dessa forma, na manutenção do carro, deve atentar para a composição do líquido refrigerante do radiador e ver se este tem qualquer tipo de sedimentos ou de impurezas.

Observar se o carro está a aquecer corretamente

Se o carro demonstrar algum problema relacionado com o aquecimento, é sinal de que o anticongelante deixou de ser eficaz e, como tal, precisa de ser drenado e substituído. Este aspeto é de extrema importância porque a perda de eficácia do anticongelante faz com que o motor do automóvel esteja desprotegido face à corrosão e à ação das temperaturas.

Constatar se o anticongelante forma depósitos corrosivos

Quando o anticongelante de um carro perde a sua eficácia, o motor do automóvel e as suas peças constituintes ficam mais desprotegidas e sujeitas ao desgaste e à formação de depósitos corrosivos. É fundamental que o condutor substitua o anticongelante desgastado para que o automóvel possa funcionar na perfeição, caso contrário, os danos serão maiores e os custos serão muito avultados.

Utilizar um medidor para conhecer a eficácia do anticongelante

Existem no mercado determinadas tiras de teste que são usadas para medir o estado de conservação do anticongelante de um carro. A maioria dos mecânicos utiliza-as, pois o seu preço é acessível e dão a conhecer, em poucos minutos, se o anticongelante está em boas condições de utilização ou se precisa de ser substituído. Tenha em atenção que deve utilizar luvas de borracha durante a realização destes testes para proteger as suas mãos de qualquer lesão.

Substituir o anticongelante do carro

Para que o motor de um carro e as suas peças automóveis principais funcionem na máxima perfeição, é fundamental que o anticongelante seja substituído a cada dois anos ou a cada 30.000 km. No entanto, deve consultar o manual do fabricante do veículo, pois a substituição do anticongelante de um carro pode variar de acordo com a marca e o modelo da viatura. Tenha em mente que a substituição do anticongelante impede o motor de sobreaquecer ou congelar e isso faz toda a diferença no desempenho e eficácia do automóvel.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...