Como evitar problemas com o solvente biodiesel de um carro

Camião a abastecer biodiesel

Title

Como evitar problemas com o solvente biodiesel de um carro

O biodiesel é um tipo de combustível baseado em óleos vegetais, óleos reciclados e várias misturas de diesel de petróleo. No entanto, este combustível renovável tem propriedades solventes próprias que podem danificar, de uma forma mais rápida, as peças automóveis de um carro. Saiba como evitar problemas com o solvente biodiesel de um carro e garanta a máxima eficiência do seu veículo.

O que é o biodiesel?

O biodiesel refere-se a um combustível diesel que é feito à base de óleos vegetais ou de gordura animal. Trata-se de um combustível biodegradável que pode ser usado em todos os motores diesel de uma forma pura ou misturada com diesel. Ele é fabricado a partir de fontes renováveis, como o girassol e o soja, e distingue-se dos demais por emitir menos quantidades de dióxido de carbono para a atmosfera, sendo um dos combustíveis mais amigos do meio ambiente. Contudo, é de realçar que o biodiesel tem propriedades solventes específicas e estas podem degradar, de uma forma mais acelerada, alguns componentes do carro, como as juntas, tubos de borracha, filtros, bombas e linhas de combustível, entre outros. Como tal, cada automobilista deve estar o mais bem preparado possível para evitar problemas com o solvente biodiesel do seu veículo.

Como evitar na prática problemas com o solvente biodiesel de um carro

Para evitar problemas com o solvente biodiesel de um carro, é necessário observar com a máxima atenção os aspetos seguintes:

Verificar o estado dos filtros do carro

Todos os condutores devem fazer uma revisão ativa ao automóvel e ao estado das suas peças principais e os carros que funcionam a biodiesel não são exceção. Aliás, a manutenção deste tipo de veículos é mais exigente, uma vez que as propriedades solventes do biodiesel obrigam à mudança regular dos filtros de um carro. Assim sendo, se tem o hábito de mudar os filtros do veículo a cada 5.000 quilómetros, deverá passar a mudá-los a cada 2.500 quilómetros para que estejam sempre em ótimas condições de utilização.

Saber quais os tipos de combustíveis a utilizar

Tenha em atenção que só deve utilizar combustíveis de um produtor qualificado e credenciado pelo BQ9000. Ao fazê-lo, estará a assegurar um combustível de alta qualidade para o funcionamento do seu carro. Existem vários tipos de combustíveis biodegradáveis, no entanto, os mais utilizados são a mistura B1 e B2, pois oferecem uma maior lubrificação ao motor do automóvel.

Armazenar o combustível

Se armazena o combustível do seu automóvel em casa, deve fazê-lo num local com uma temperatura próxima dos 10 graus centígrados e durante um determinado período de tempo. Se o local onde guardar o biodiesel for frio, o período de armazenamento não deverá exceder os 6 meses; se for quente não deverá ultrapassar os 4 meses. Tenha em atenção que os tanques de combustível devem estar protegidos da exposição solar direta e devem ser mantidos cobertos para que não caiam geadas sobre eles.

Utilizar aditivos específicos para o combustível biodiesel

É fundamental que adicione alguns aditivos específicos para o combustível biodiesel do seu carro, de forma a impedir o crescimento de qualquer tipo de micróbios. Estes podem ser adquiridos numa loja especializada de automóveis. O biodiesel é um combustível biológico e, como tal, é natural que seja uma fonte de alimento para os vários tipos de micróbios. Para que estes não entrem no sistema e depositem sedimentos que possam prejudicar o funcionamento do motor, deve adicionar um biocida próprio. Um aditivo com humidade dispersante vai impedir que se acumulem outros tipos de humidades.

Manter o depósito do combustível cheio

Uma das opções mais importantes para evitar problemas com o solvente biodiesel de um carro passa por manter o depósito do combustível cheio. Se o tanque de biodiesel de um carro se mantiver cheio e selado, a possibilidade de surgir humidade da condensação acumulada do sistema será mínima e isso garantirá o correto funcionamento de todas as peças automóveis.

Conhecer os combustíveis que não deve utilizar

Não é aconselhável que utilize qualquer tipo de combustível caseiro num automóvel que funcione a biodiesel, uma vez que isso pode causar danos irreparáveis no veículo. É necessário desenvolver um processo onde todos os óleos, graxas e gorduras vegetais possam ser convertidos em biodiesel. Nenhum destes elementos vale de uma forma isolada e a utilização de um combustível caseiro pode provocar a deterioração de todo o sistema de injeção e do próprio motor.

Ao utilizar uma mistura de combustível num carro deve, acima de tudo, salvaguardar o correto funcionamento de todas as peças automóveis e do motor do veículo. As misturas mais puras, como a B100 ou B50, podem conduzir ao estabelecimento de algumas mudanças no equipamento automóvel, como a substituição de juntas, bombas e linhas de combustível, e todos os condutores devem estar preparados para realizar as modificações necessárias. É essencial certificar-se que utiliza o combustível mais apropriado para o sistema que está instalado na sua viatura.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...