Como funcionam as válvulas do motor de um carro

Title

Como funcionam as válvulas do motor de um carro

As válvulas do motor de um carro desempenham um papel de extrema importância no funcionamento de um automóvel, uma vez que são as principais responsáveis pela entrada e saída de ar no motor. Saiba como funcionam as válvulas do motor de um carro e compreenda como é que é gerada a potência da sua viatura.

Quais as válvulas do motor de um carro

Num motor de combustão interna são necessárias duas válvulas do motor para que o carro funcione corretamente: a válvula de admissão e a válvula de escape do motor. Ambas são abertas apenas uma vez durante o ciclo de combustão, estão sujeitas a uma pressão extrema e movem-se a grandes velocidades.

A válvula de admissão do motor

A válvula de admissão do motor tem a missão de extrair a máxima quantidade de ar para dentro do motor. Sempre que esta válvula é aberta, ocorre uma mistura do ar com o combustível, o que faz com que o motor de combustão interna funcione. Tenha em atenção que os filtros do ar e do combustível devem estar em boas condições de utilização, caso contrário existe um maior esforço do motor e um consumo mais elevado de combustível. A mistura de ar e combustível é comprimida por um pistão que se encontra no cilindro do motor e no topo desse mesmo pistão é inflamada uma faísca que é proveniente da vela de ignição, que faz com que o motor comece a trabalhar.

A válvula de escape do motor

Após a combustão, existem gases acumulados no cilindro do motor que devem ser expelidos e essa é uma tarefa da responsabilidade da válvula de escape do motor. Os gases acumulados no cilindro do motor precisam de ser removidos antes que a válvula de admissão seja novamente aberta. Assim sendo, quando a válvula de admissão se fecha, a válvula de escape do motor é aberta instantaneamente, de modo a permitir que os gases sejam retirados e que o cilindro fique vazio. É por isso que cada cilindro requer duas válvulas de motor, uma de admissão e outra de escape.

Como funcionam na prática as válvulas do motor de um carro

A parte inferior de um motor de um carro é chamada de bloco e este contém o eixo da manivela rotativa aos quais estão ligados os pistões. Por seu turno, os pistões viajam para cima e para baixo dentro de cada cilindro, que apresenta um local de abertura na parte superior. A cabeça do cilindro tem portas específicas de entrada e saída de ar e estas contêm válvulas, de admissão e de escape, que abrem e fecham a circulação do ar, sendo controladas pelo comando de válvulas. Quanto maior a quantidade de ar e mais rápida for a sua circulação no interior do motor, maior é a potência que vai ser gerada.

Peças automóveis que trabalham em conjunto com as válvulas

Existem várias peças automóveis que, em conjunto com as válvulas, desempenham um papel muito importante no funcionamento do motor de combustão interna. São elas:

A árvore de cames

A árvore de cames encontra-se situada no centro do motor de um carro e constitui-se como a sua base principal. O bloco de motor está sobre ela e cada cilindro tem dois buracos específicos. Cada um destes buracos é coberto por um elevador de válvulas (peças que apresentam uma forma cilíndrica) que fica nos lóbulos da árvore de cames e tem cerca de 5 centímetros de altura. À medida que os lóbulos trabalham, eles movimentam os elevadores das válvulas para cima e para baixo. Quando os lóbulos realizam movimentos ascendentes, os elevadores de válvulas têm um movimento descendente e vice-versa. Quando o elevador das válvulas sobe, a vareta do óleo é empurrada, o que permite que o óleo chegue à cabeça dos cilindros que, consequentemente, aciona o braço de balancim.

O braço de balancim

Como o próprio nome indica, o braço de balancim destina-se a realizar movimentos de trás para a frente e de frente para trás. Um dos lados do braço encontra-se no topo da válvula do motor e como a vareta empurra para cima um dos lados do braço, isso vai permitir que a válvula do motor seja aberta. Por outro lado, à medida que o lóbulo se movimenta, ele remove a pressão sobre a vareta do óleo e isso obriga a que a válvula do motor se feche.

Árvore de cames na cabeça do cilindro

Muitos já ouviram falar do termo cabeça do cilindro, mas desconhecem o seu significado e a sua aplicação prática. Neste caso em particular, a árvore de cames fica situada no cimo da cabeça do cilindro e a sua utilização é conhecida por dispensar o uso da vareta do óleo e do elevador. Ela detém o controlo principal do fecho e da abertura de cada válvula do motor e regula o funcionamento do motor de combustão interna.

Os motores modernos

Tradicionalmente, um motor de combustão interna necessita de duas válvulas para cada cilindro. No entanto, nos últimos tempos, têm ocorrido novas descobertas e melhorias nesta área. Atualmente, utilizam-se quatro válvulas do motor para cada cilindro. Esta inovação faz com que o motor seja mais eficiente, uma vez que extrai e expele o ar de uma forma muito mais rápida. Para conseguirem fazer isso, os novos motores estão dotados com um par de árvore de cames ou duplo comando no cabeçote e isso faz toda a diferença na performance de um automóvel.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...