Error message

  • Não foi possível criar o ficheiro.
  • Não foi possível criar o ficheiro.

Como parar uma fuga do líquido de transmissão de um carro

Title

Como parar uma fuga do líquido de transmissão de um carro

A fuga do líquido de transmissão de um carro coloca em perigo o funcionamento de um automóvel na estrada, uma vez que os seus componentes principais poderão não estar suficientemente lubrificados. Saiba como parar uma fuga do líquido de transmissão de um carro e mantenha a máxima eficácia das suas peças automóveis.

A importância do líquido de transmissão de um carro

O líquido de transmissão assume uma importância extraordinária no funcionamento de um carro, uma vez que ele é utilizado para lubrificar as válvulas e as engrenagens do motor e auxilia na conversão de torque e na fricção das travagens. A sua revisão e manutenção devem ser efetuadas com regularidade e de acordo com as indicações do fabricante. No entanto, deve ser feita de acordo com os dois tipos de transmissões existentes:

A transmissão manual

É fundamental verificar se o fluido está contaminado, isto é, se tem partículas de desgaste de peças metálicas, como por exemplo, das engrenagens e dos rolamentos.

A transmissão automática

Nos carros que têm uma transmissão automática, o fluido de transmissão está sujeito a ficar degradado devido ao calor que é gerado durante a transmissão, o que impede a lubrificação de todas as peças automóveis.

Porém, independentemente da boa ou má manutenção do carro, pode existir uma fuga do líquido de transmissão que comprometa a lubrificação dos seus componentes principais e todos os condutores devem saber o que é preciso fazer para a resolver.

Quais os materiais e ferramentas necessários

Com o intuito de parar uma fuga do líquido de transmissão de um carro e para fazê-lo corretamente, é necessário reunir os utensílios seguintes:

  • Vareta do líquido de transmissão
  • Manual do fabricante
  • Pequeno funil
  • Aditivo anti-fuga de transmissão

Como parar na prática uma fuga do líquido de transmissão de um carro

Par que um condutor consiga parar uma fuga do fluido de transmissão de um carro, é necessário cumprir com os aspetos seguintes:

Examinar o líquido de transmissão

É fundamental verificar constantemente o nível do fluido de transmissão de um carro para que todas as peças automóveis funcionem de uma forma natural. Para o fazer corretamente, deve examinar os resultados que são apresentados pela vareta do líquido de transmissão. Se a marca estiver abaixo da linha recomendada, isso significa que o líquido da transmissão é baixo e é necessário completá-lo.

À semelhança da verificação do óleo do motor, a análise do líquido de transmissão exige que o automóvel esteja estacionado num local plano. O facto de estar num local nivelado, permite-lhe observar se existe alguma poça de líquido acumulado no local do estacionamento. Se existir, o aspeto do líquido pode apresentar 3 colorações diferentes e estas denunciam uma fuga num setor específico do automóvel. São elas:

  • Dourada ou vermelha: isso significa que existe uma fuga relacionada com o fluido de transmissão;
  • Verde: mostra que existe uma fuga no líquido de refrigeração do radiador;
  • Clara e fina: é sinal que existe alguma dificuldade relacionada com o combustível.

Determinar a quantidade de líquido perdido na fuga

Quando um automóvel tem uma fuga do líquido de transmissão, ela poderá ser de grandes ou de pequenas dimensões. Assim sendo, é fundamental determinar a quantidade de líquido que é perdida durante uma fuga e agir em conformidade para a resolver. Por exemplo:

Nas fugas menores: quando verifica que a fuga é constituída apenas pela queda de algumas gotas do líquido de transmissão, é preciso, com a ajuda de pequeno funil, aplicar um aditivo anti-fuga de transmissão, de acordo com a marca e o modelo do seu automóvel.

Nas fugas maiores: quando existe uma enorme quantidade de fluido de transmissão na área onde o carro se encontra estacionado, deve tomar as mesmas medidas que no caso de uma fuga menor, isto é, adicionar um aditivo anti-fuga de transmissão, de acordo com a marca e o modelo do seu veículo. No entanto, esta medida serve apenas para resolver a fuga no imediato, pois será necessário que a sua viatura seja inspecionada por um mecânico qualificado para resolver o problema.

Quais as medidas preventivas que podem ser adotadas

Para impedir o aparecimento de uma fuga do líquido de transmissão de um carro, existem algumas medidas preventivas que um automobilista deve adotar. São elas:

  • Criar um diário do automóvel, de modo a anotar todas as intervenções que são feitas no carro. Coloque um lembrete para verificar o nível de transmissão e recorde-se que esta tarefa deve ser efetuada com regularidade.
  • Consultar o manual do fabricante para saber quando é que o líquido de transmissão deve ser substituído.
  • Conhecer qual é o tipo de líquido de transmissão que é apropriado para o seu automóvel. Deve ter em consideração que o fluido varia de acordo com a marca e modelo do carro e, como tal, deve dirigir-se ao concessionário onde adquiriu o seu veículo para se informar corretamente.
  • Examinar detalhadamente o local de estacionamento com o intuito de detetar se existe alguma fuga do líquido de transmissão.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...