Error message

  • Não foi possível criar o ficheiro.
  • Não foi possível criar o ficheiro.

Como parar uma fuga de óleo no motor de um carro

Title

Como parar uma fuga de óleo no motor de um carro

Na condução de um automóvel, existem determinadas circunstâncias em que um automobilista é obrigado a impedir uma fuga de óleo sem recorrer à ajuda de um técnico especializado. Saiba como parar uma fuga de óleo no motor de um carro e salvaguarde o bem-estar do seu veículo e das suas peças constituintes.

Quais os materiais e ferramentas necessárias

Para diagnosticar e impedir uma fuga de óleo do motor do seu carro, é necessário reunir os utensílios seguintes:

  • Líquido desengordurante
  • Panos de limpeza
  • Luvas descartáveis
  • Óculos de proteção
  • Cartão
  • Chave inglesa
  • Chave de fendas

Como impedir uma fuga de óleo no motor de um carro

O óleo do motor de um carro equipara-se ao sangue do corpo humano. A circulação correta de ambos, faz com que as restantes peças automóveis ou partes do corpo, funcionem na perfeição. Contudo, se surgir alguma fuga, esta pode comprometer o estado de saúde do veículo e deve ser imediatamente corrigida para que os danos não sejam muito elevados. Para impedir uma fuga de óleo no motor de um veículo de quatro rodas, é necessário cumprir com os aspetos seguintes:

Observar detalhadamente o estado do seu automóvel

É de extrema importância fazer uma revisão geral ao estado da sua viatura para ver em que estado se encontram as suas peças constituintes. Um dos principais problemas na manutenção de um carro reside no facto deste acumular todo o tipo de poeiras e sujidades e isso é muito prejudicial para o seu bem-estar. Todos os automóveis necessitam de uma limpeza regular, caso contrário, surgem muitos problemas mecânicos que impedem o seu funcionamento normal. O acumular de partículas de pó e outro tipo de sujidades, pode conduzir, por exemplo, a uma fuga de óleo sem que nada de errado exista com o motor, pois as válvulas podem não estar a fechar da maneira mais apropriada. Se isto acontecer, a melhor maneira de impedir a respetiva fuga passa por limpar toda a sujidade que esteja presente no bloco do motor com um pano e um líquido desengordurante. Para o fazer corretamente, deve limpar minuciosamente todas as válvulas e o cárter do óleo que se encontra debaixo do automóvel.

Encontrar a fuga de óleo

Se pretender parar uma fuga de óleo, é obrigatório encontrar o local onde essa fuga está a ocorrer. Observar com a máxima atenção o estado do carro e das suas peças principais, assim como a limpeza da sujidade do bloco do motor, são passos fundamentais que devem ser sempre realizados, pois dá-lhe a conhecer o local em concreto onde se situa a respetiva fuga.

No entanto, é impossível verificar uma fuga de óleo quando o motor se encontra coberto de óleo. Nesses casos, é aconselhável que ligue o carro e dê uma pequena volta com ele ao quarteirão ou que o deixe inativo durante cerca de 10 minutos. Posteriormente, deve estacionar a sua viatura num local plano e colocar um pedaço de cartão debaixo do respetivo automóvel. Tenha em consideração que o cartão deve ter o mesmo comprimento e largura que a parte inferior do veículo. O óleo pode começar a pingar imediatamente ou pode demorar sensivelmente um dia a verter. Se o cartão apresentar uma enorme mancha de óleo num mesmo local, isso mostra-lhe o local exato onde essa fuga está a acontecer.

Parar a fuga de óleo

Parar a fuga de óleo no motor de um carro depende do local onde essa fuga está localizada. Se encontrar pingas de óleo no cartão que foi colocado na parte inferior da viatura, isso significa que existe uma fuga debaixo do respetivo automóvel. Deve colocar-se debaixo do veículo e encontrar o local por onde o óleo está a verter para o cartão. Existem várias hipóteses de fuga e das principais destacam-se as seguintes:

No filtro do óleo: se as pingas de óleo forem provenientes do filtro do óleo, deve substituí-lo imediatamente e apertar todos os parafusos que estão fixados ao carro e à caixa.

No cárter: se a fuga de óleo vier diretamente do cárter, podem existir várias anomalias associadas. Deve procurar por sinais de óleo em torno da junta do cárter e se esta se apresentar velha e desgastada, deve retirar o óleo do motor e substituir a respetiva junta por uma nova.

No bujão de engrenagem: se não encontrar qualquer tipo de vestígio de óleo em torno da junta do cárter de um veículo, deve verificar em que estado se encontram os parafusos que prendem a bandeja do óleo e o bujão de drenagem. É necessário prendê-los corretamente para que não exista nenhuma evasão de óleo.

No dispositivo de pressão do óleo: o dispositivo de pressão do óleo deve estar bem apertado. Se não estiver, basta apertá-lo para resolver o problema, caso contrário, se já estiver apertado, é necessário colocar um novo.

Em todo o caso, a fuga de óleo no motor de um carro pode estar relacionada com outras peças automóveis, como a tampa de válvulas, que pode ser facilmente apertada ou substituída, a junta do cabeçote ou as linhas de óleo. Estas duas últimas necessitam de ser corrigidas por um mecânico qualificado para que a fuga de óleo não danifique o estado geral das peças do seu veículo.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...