Como saber se o catalisador de um carro está a funcionar corretamente

Title

Como saber se o catalisador de um carro está a funcionar corretamente

Numa época em que uma das maiores preocupações mundiais é o aquecimento global, deve dedicar um cuidado especial ao seu carro, pois ele é um dos principais responsáveis pela emissão de gases poluentes para a atmosfera. Conheça como funciona o catalisador de um automóvel e saiba como ele é importante na eliminação de gases nocivos para o ambiente. Aprenda a reduzir a pegada de carbono do seu veículo porque a longevidade do motor e do planeta dependem disso.

O catalisador do carro, o que é?

O catalisador é uma peça fundamental do sistema anti-poluição de um automóvel. É um acelerador de reacções químicas, na medida em que converte os gases tóxicos expelidos pelo motor e transforma-os em gases inofensivos, ou menos prejudiciais para o ambiente.

O catalisador de um carro adopta a forma de colmeia metálica ou cerâmica que é constituída por materiais como o paládio, rádio e platina.

É uma das mais duráveis e fiáveis peças em todo o sistema de um motor automóvel. De uma forma geral, deve durar tanto quanto a vida do veículo. No entanto pode, de vez em quando, ter de ser substituído.

O catalisador faz com que o automóvel seja um dos melhores amigos do ambiente.

Como funciona o catalisador de um carro

O catalisador fica situado na parte de baixo de um automóvel e é resistente a altas temperaturas. A panela do catalisador funciona como um acumulador de calor, que atinge uma temperatura de, aproximadamente, 400ºC depois de o automóvel ter iniciado a sua marcha. É quando o catalisador atinge esta temperatura que entra em ação o “combate” frente aos gases tóxicos.

Na teoria, um motor perfeito seria aquele que libertaria apenas dióxido de carbono e vapor de água para a atmosfera. Contudo, na prática, o motor não tem tempo para queimar todo o combustível que é introduzido nos cilindros e o resultado é a produção de monóxido de carbono (CO), monóxido de azoto (NOX) e partículas de hidrocarbonetos (HC). Estes gases são tóxicos e muito prejudiciais para o ambiente. O catalisador “recicla” estes gases e modifica-os pelo azoto molecular (N2), vapor de água (H2O) e dióxido de carbono (CO2).

Fatores que influenciam o funcionamento do catalisador

É ponto assente que o catalisador é o componente mais eficaz de redução da poluição emitida pelos gases de escape. Tem uma duração de aproximadamente 80,000 km, mas, se for tratado corretamente, possui o mesmo período de vida do veículo.

Por outro lado, se tiver uma condução negligente, a sua substituição pode ser inevitável e muito dispendiosa, aproximadamente 600 Euros/1500 R$. Para que isso não aconteça, deve ter em atenção os aspectos seguintes:

A marcha do carro: Quando o carro não anda o que devia quando coloca o pé no acelerador, isso pode querer dizer que o catalisador está entupido, o que aumenta consideravelmente os consumos de combustível e conduz a uma maior emissão de gases prejudiciais para o ambiente. Faça uma revisão de todas as suas peças e se for necessário leve o seu carro ao mecânico para que este retire o catalisador e analise o desempenho do motor;

O combustível: Não utilize gasolina com chumbo, já que pequenas quantidades de chumbo são suficientes para danificar o catalisador. Deve substituir o filtro do combustível de forma a proteger o sistema de injeção do carro e garantir uma maior longevidade do motor. A utilização de aditivos com chumbo também não são aconselhados porque conduz à destruição do catalisador;

O óleo do carro: Deve substituir o filtro do óleo de modo a fazer uma manutenção constante de todas as peças automóveis. Cada litro de óleo não deve exceder os mil quilómetros percorridos, pois ao superar este consumo, o catalisador pode ficar danificado;

As velas de ignição: A vela de ignição produz uma faísca eficiente no que ao queimar do combustível do carro diz respeito. Caso a vela de ignição não funcionar correctamente, o combustível que não foi queimado entra directamente no catalisador, causando um sobreaquecimento do mesmo;

O arranque do carro: Um veículo com um catalisador não deve ser empurrado enquanto o catalisador está quente. Dessa forma, o motor admitirá combustível sem queimar que é transportado directamente para o catalisador e a peça sobreaquece, levando a cerâmica catalítica a derreter-se;

As válvulas de verificação: Um mau funcionamento da válvula de verificação e/ou um defeito do sistema de injeção conduzem à passagem do combustível para o catalisador e podem fazer com que este derreta;

O depósito do carro: Não permita que o depósito se esvazie, pois dessa forma ocorre um fornecimento irregular de combustível, provocando falsas explosões e uma elevada temperatura no catalisador. É importante poupar no combustível, mas não deixe o seu automóvel constantemente na reserva;

Os acidentes ou impactos: O interior de um catalisador é constituído por um material leve, fino e muito frágil. Dessa forma, um acidente ligeiro ou o impacto da parte de baixo do veículo numa rocha, podem ser suficientes para estragar o catalisador. O fluxo das emissões é interrompido, o que leva a um aumento da pressão no interior e causa a perda de potência, libertando uma maior quantidade de gases nocivos para o ambiente.

O catalisador de um carro é, sem dúvida, uma das peças mais importantes do seu automóvel. Beneficiar de todos os prazeres da condução implica adotar uma atitude cívica para com os outros e, principalmente, para com o meio ambiente. Esse é o papel do catalisador e é também o nosso!

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...