Como saber se os pneus do carro estão gastos

Pneus sem desgaste

Title

Como saber se os pneus do carro estão gastos

Pensa que os pneus do seu carro podem estar gastos, mas não tem a certeza? Para que um automóvel tenha o melhor rendimento na estrada, é necessário que todas as suas componentes estejam em perfeitas condições de utilização. Os pneus são disso o exemplo máximo. Saiba se está na altura de trocar de pneus, conhecendo os sinais que a lei e o seu veículo lhe indicam!

Principal indicador de desgaste de um pneu

Para conhecer o principal indicador de desgaste de um pneu, é necessário conhecer as inscrições que se encontram na lateral do pneu de um automóvel. A sigla TWI (Tread Wear Indicator), é uma marca que indica o desgaste máximo admitido pelo pneu (dependendo do fabricante, outras siglas poderão ser utilizadas).

O limite mínimo legal da profundidade de um pneu é de 1,6 milímetros (mm) e nunca deve ser inferior a esta medida, caso contrário está a infringir a lei. Contudo, recomenda-se uma profundidade de 2,5 mm em pneus de Verão e 4,0 mm em pneus de Inverno. Isto porque quando a borracha de um pneu atinge estes valores, o pneu perde a sua eficácia e a aderência ao piso é colocada em causa. Quanto mais desgastados estiverem os pneus (as ranhuras ficam menos profundas), mais longas serão as distâncias de travagem do seu automóvel.

Em todo o caso, o condutor deve avaliar sempre o estado do terreno e as condições climatéricas que se encontram quando está a conduzir. Por exemplo, quando está a chover, deve ser sempre adotada uma condução defensiva, pois a distância de travagem de um veículo aumenta consideravelmente e, no caso de os pneus estarem desgastados, os riscos de derrapagens e aquaplanagens são ainda maiores. Dessa forma, se os pneus do seu veículo se encontram nestas condições, a melhor solução será substituí-los imediatamente.

Outros fatores que indicam que os pneus podem estar gastos

Em cada automóvel e sua respectiva condução, existem determinados sinais que indicam ao condutor que os pneus podem estar gastos e a necessitar de serem substituídos. São eles:

  • Na sua marcha, o veículo parece estar desalinhado e o automóvel parece que descai para um dos lados. Este é um dos fatores que está associado ao desgaste dos pneus e condiciona o funcionamento de outras peças, conduzindo ao aumento do consumo de combustível;
  • Quando o volante tem uma vibração invulgar. Esta vibração é explicada pelo desgaste que os pneus possam ter, ou pela pressão incorreta que os mesmos têm. O volante parece sentir cada obstáculo que os pneus encontram na estrada;
  • Quando o tempo da distância de travagem é maior. Se os pneus estão gastos, a aderência ao piso não é efetuada e isso conduz a uma maior distância de travagem;
  • Quando no automóvel, os pneus apresentam um desgaste desigual. A posição das rodas (geometria, paralelismo) e o seu estilo ao conduzir podem provocar um desgaste desigual em cada pneu. Quando os pneus apresentam um desgaste desigual, o condutor pode fazer a rotação dos pneus a cada 9.000 – 12.000 km. Isso ajudará a detetar problemas de alinhamento e ajuda a prevenir o desgaste irregular dos pneus;
  • Quando nas jantes ou nos pneus existem arranhões, cortes ou saliências isso pode conduzir ao desgaste do pneu e ao seu rebentamento.

Estes são os motivos que usualmente explicam o desgaste dos pneus de um automóvel. Porém, se o condutor considerar que a performance do seu automóvel já não corresponde ao seu tipo de utilização, pode perfeitamente substituir os pneus do seu automóvel, contudo, antes de o fazer pare numa oficina e pergunte a opinião de um mecânico acerca das suas suspeitas.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...