Quais os sintomas que determinam a falha de um conversor catalítico num carro

Carro em cima de macacos

Title

Quais os sintomas que determinam a falha de um conversor catalítico num carro

O conversor catalítico de um carro é também conhecido como catalisador e ele é o principal responsável pela transformação dos gases nocivos que são expelidos do motor em gases inofensivos para a atmosfera. Conheça quais são os sintomas que determinam a falha de um conversor catalítico num carro e salvaguarde a sua segurança e o bem-estar do meio ambiente.

A importância do conversor catalítico no funcionamento de um carro

O conversor catalítico ou catalisador é um dispositivo usado para reduzir a toxicidade das emissões dos gases de escape de um motor de combustão interna. Ele está localizado entre o motor e o silenciador do tubo de escape na parte inferior do automóvel. De uma forma geral, está sujeito a danos externos, devido ao impacto causado pelas pedras ou pequenos detritos, mas também pode ter estragos internos, graças ao sobreaquecimento do motor. Se suspeitar que o conversor catalítico da sua viatura está a falhar, deve levar imediatamente o automóvel a um mecânico qualificado para corrigir o problema.

Quais os sintomas principais que conduzem à falha de um conversor catalítico de um carro

O conversor catalítico de um carro é uma das peças automóveis de maior longevidade e, se for bem cuidado, pode durar o mesmo tempo de vida do veículo. Contudo, isso não invalida que ele possa sofrer algum tipo de anomalia. Para que isso não se suceda, deve observar os sintomas seguintes:

Atentar para a existência de disparos acidentais no motor do carro

Os disparos acidentais que são suscetíveis de ocorrer no motor de um automóvel, podem fazer com que o catalisador produza uma fonte de calor suplementar e isso pode ser muito prejudicial para o seu funcionamento. Tenha em atenção que uma mistura de combustível excecionalmente rica também apresenta sintomas semelhantes. Quando existe a presença de um combustível de mistura rica, o combustível bruto pode entrar no conversor catalítico e ser inflamado. Esta situação pode fazer com que alguns componentes do catalisador derretam e isso pode conduzir à falha do conversor catalítico.

Verificar o desempenho do automóvel

O escape encontra-se junto do catalisador e isso pode conduzir a uma redução latente do desempenho de um veículo. Esta pode ser criada pela pressão de retorno que afeta o funcionamento do motor e impede-o de trabalhar corretamente. Por outro lado, o aumento súbito da pressão de retorno pode levar o motor a falhar durante a sua condução, agindo como se houvesse um bloqueio de ar no sistema. Esta situação vai fazer com que o carro não tenha uma boa prestação na estrada, como que se não tivesse combustível suficiente a bombear o motor quando o automobilista coloca o pé no acelerador.

Estudar a economia de combustível que o veículo apresenta

Um dos sintomas mais evidentes que conduz à falha de um conversor catalítico de um carro é o aumento do consumo de combustível. Quando o catalisador está na iminência de falhar, o automóvel tem a necessidade de utilizar uma maior quantidade de combustível para desempenhar as suas tarefas normais e isso conduz à perda de eficácia da viatura e ao enfraquecimento das suas peças automóveis principais.

Observar o funcionamento do sistema de escape

Ao apurar os factos que conduzem à falha de um conversor catalítico pode descobrir que o erro se encontra relacionado com o sistema de combustível do automóvel. Um sinal distintivo desta situação é a restrição existente na performance do sistema de escape, fazendo com que o veículo perca potência e aumente as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera. O derreter dos materiais que se encontram dentro do conversor catalítico é um dos aspetos mais evidentes para a falha do respetivo catalisador.

Testar o carburador

Se o seu automóvel estiver equipado com um carburador e se você souber como testar o conversor catalítico, deve fazê-lo com a máxima segurança. Para o fazer corretamente, deve remover o filtro de ar e, com o auxílio de uma luz forte, observar se na entrada do carburador surge algum tipo de vapor quando o carro é acelerado. Se surgirem vapores suspensos sobre o carburador, isso é sinal de que existe uma obstrução no conversor catalítico e isso pode conduzir à sua falha.

Retirar os sensores de oxigénio do sistema de exaustão

Outra maneira de identificar se um conversor catalítico está a falhar ou não, passa por retirar temporariamente os sensores de oxigénio do sistema de exaustão de um carro. Ao fazê-lo, conseguirá verificar se existe ou não uma alteração evidente no desempenho do veículo. Se existir, é sinal de que há um impedimento no conversor catalítico e mais cedo ou mais tarde isso vai determinar a sua falha.

Introduzir produtos químicos no conversor catalítico

A contaminação química que pode acontecer dentro do catalisador pode ser causada pela adição de substâncias como o óleo do motor ou líquido de refrigeração, uma vez que estes produtos podem impedir o correto funcionamento do conversor catalítico. Quando eles são adicionados, os níveis de emissões de dióxido de carbono que provêm do catalisador podem subir exponencialmente. Se isto acontecer, será necessário que o conversor catalítico seja substituído o mais rapidamente possível, caso contrário, todo o sistema de escape pode ficar danificado e o automóvel poderá emitir uma quantidade ilegal de dióxido de carbono para a atmosfera.

artigos relacionados

Amolgadelas

O mundo dos superdesportivos está reservado a...

Amolgadelas

À medida que o tempo vai avançando vão surgindo novos...

Amolgadelas

Se já constituiu família e está na altura de abandonar o...

Amolgadelas

Após um longo período em que a criatividade das marcas...

Amolgadelas

Quando se pensa em seguro automóvel lembramo-nos logo...

Amolgadelas

O sistema de alerta de ângulo morto foi inventado pela...

Amolgadelas

Ter um acidente automóvel não é seguramente algo pelo...

Amolgadelas

Ao longo dos tempos sempre foram aparecendo mitos e...

Amolgadelas

Quando temos um carro existem alguns pontos que devemos...

Amolgadelas

Existem muitas dúvidas quando se fala da garantia de um...